Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/1213
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1VIEIRA, Thiago Almeida-
dc.date.accessioned2023-11-22T22:33:29Z-
dc.date.available2023-11-22T22:33:29Z-
dc.date.issued2023-03-17-
dc.identifier.citationSILVA, Carla Eich Back. Socioeconomia e produção de graviola na região metropolitana de Santarém, Pará . Orientador: Thiago Almeida Vieira. Coorientadora: Denise Castro Lustosa. 2023. 86f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida) - Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida, Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2023. Disponível em: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/1213pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/1213-
dc.description.abstractAmong the fruit species produced by family farmers, soursop (Annona muricata L.) has been gaining national prominence with the increase in planted areas. However, some barriers still hinder its production, such as the difficulty in managing diseases and pests, and the culture itself. Therefore, the objective was to evaluate the socioeconomic profile of family farmers and the agronomic characteristics of soursop plantations in rural communities in the metropolitan region of Santarém, Pará, identifying the limits and possibilities of this culture for the region studied. Data collection was carried out through semi-structured interviews with 13 farmers, containing open and closed questions, from August to November 2022. The interviewed farmers received from one to three minimum wages (69%). Most of the interviewees were: male, married and with low education. The age range ranged from 29 to 82 years. Soursop was the main source of income for 15% of farmers, but it was already the basic recipe for 23% of respondents, being reported as an easily commercialized product. Fruit production was cited as an obstacle to the continuity of planting of the species. The biggest problems related to soursop are the borers, which reduce the production and consequently the death of the plants. Adequate technical assistance to assist farmers in cultivation would contribute to reinforcing the crop as a source of income, to supply the local market and improve the quality of life of farmers in the region. Without technical assistance, farmers even look for a solution to their problems on the internet. There needs to be more action by the competent bodies through public policies, offering farmers economic alternatives that are capable of valuing family farming and bringing improvements in the quality of life of these farmers.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Oeste do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAmazôniapt_BR
dc.subjectAnnona muricatapt_BR
dc.subjectAgricultura familiarpt_BR
dc.subjectPerfil socioeconômicopt_BR
dc.subjectProdução de frutaspt_BR
dc.titleSocioeconomia e produção de graviola na região metropolitana de Santarém, Parápt_BR
dc.typeDissertationpt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7542053783516275pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4121093782754551pt_BR
dc.contributor.advisor1ORCIDhttps://orcid.org/0000-0001-9926-2606pt_BR
dc.contributor.advisor-co1LUSTOSA, Denise Castro-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8533910667262644pt_BR
dc.description.resumoDentre as espécies frutícolas produzidas por agricultores familiares, a graviola (Annona muricata L.) vem ganhando destaque nacionalmente com o aumento de áreas plantadas. No entanto, algumas barreiras ainda dificultam a sua produção, como a dificuldade no manejo de doenças e pragas e, da própria da cultura. Diante disso objetivou-se avaliar o perfil socioeconômico de agricultores familiares e as características agronômicas dos plantios de gravioleiras, em comunidades rurais da região metropolitana de Santarém, Pará, identificando os limites e possibilidades desta cultura, para a região estudada. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com 13 agricultores, contendo perguntas abertas e fechadas, no período de agosto a novembro de 2022. Os agricultores entrevistados recebiam de um a três salários mínimos (69%). A maioria dos entrevistados era: do sexo masculino, casados e baixa escolaridade. A faixa etária variou de 29 a 82 anos. A graviola era a principal fonte de renda de 15% dos agricultores, mas já foi a receita básica para 23% dos entrevistados, sendo relatada como produto de fácil comercialização. A produção de frutos foi citada como um dos entraves para a continuidade dos plantios da espécie. Os maiores problemas relatados com relação a graviola são as brocas, que diminuem a produção e consequentemente a morte das plantas. A assistência técnica adequada para auxiliar os agricultores nos plantios contribuiria para reforçar a cultura como fonte de renda, para abastecer o mercado local e melhorar a qualidade de vida dos agricultores da região. Sem assistência técnica, os agricultores chegam a procurar a solução para seus problemas na internet. É preciso que haja mais atuação dos órgãos competentes através de políticas públicas, oferecendo aos agricultores alternativas econômicas e que sejam capazes de valorizar a agricultura familiar e trazer melhorias na qualidade de vida desses agricultores.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vidapt_BR
dc.publisher.initialsUFOPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ:: CIÊNCIAS HUMANASpt_BR
dc.creatorSILVA, Carla Eich Back-
dc.publisher.departmentCentro de Formação Interdisciplinarpt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida (Mestrado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SocioeconomiaEProduçãoDeGraviola.pdf4,46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.