Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/607
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1CARRASCO, Susan Aragón-
dc.date.accessioned2021-07-27T12:57:41Z-
dc.date.available2021-07-27T12:57:41Z-
dc.date.issued2019-12-18-
dc.identifier.citationLOBATO, Tatiana Andréa. Dinâmica temporal na estrutura da vegetação de fragmentos florestais em Alter do Chão, PA. Orientadora: Susan Aragón Carrasco; Coorientador: José Mauro Sousa de Moura. 2019. 58 f. Dissertação (Recursos Naturais da Amazônia) - Programa de Pós-graduação em Recursos Naturais da Amazônia, Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/607. Acesso em:pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/607-
dc.description.abstractTemporal changes that occurred in abundance, basal area and distribution of diametric classes are fundamental properties to understand the dynamics of a forest. These variables can provide indications about changes in vegetation structure. The objective was to characterize the structural profiles of forest fragments by examining the influence of factors such as fire and fragment size. The field research was carried out in alter do Chão's APA in 2017-2019, the data were compared with those obtained in 1998-2001 in 22 areas with permanent plots in the same region. The basal area decreased from 447.67m2/there to 313.78m2/ha, and increased the first diametric class (DBH<5 cm) from 28,950 to 39,760 ind/ha and reduction of the other classes when compared between the two times. However, total abundance increased and the number of individuals/ha in 2017-2019 was 56,656 compared with 48,790 ind/ha in 1998¬-2001. The effect of the fire was examined in the 2017-2019 data, with significant reductions among individuals with DBH smaller than 5cm and greater than 30cm in fragments with fire recording. No ratios of the vegetation structure of the current sampling (2017-2019) with the size of the fragment were found. Nor a relationship between the temporal differences of the vegetation structure with the size of the fragments between the two sampling times. Considerable net losses were observed in the basal area and a significant increase in fine trees in the long term. The results of fire fragments suggest that fires may influence the dynamics of the forest structure, although it is understood that there are other factors that can contribute to this change.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Oeste do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectTest-t studentpt_BR
dc.subjectFragmentos Florestaispt_BR
dc.subjectFocos de queimadaspt_BR
dc.titleDinâmica temporal na estrutura da vegetação de fragmentos florestais em Alter do Chão, PApt_BR
dc.typeDissertationpt_BR
dc.contributor.advisor-co1MOURA, José Mauro Sousa de-
dc.description.resumoAs alterações temporais ocorridas na abundância, na área basal e na distribuição de classes diamétricas são propriedades fundamentais para compreender a dinâmica de uma floresta. Essas variáveis podem fornecer indicações sobre mudanças na estrutura da vegetação. O objetivo foi caracterizar os perfis estruturais de fragmentos florestais examinando a influência de fatores como fogo e tamanho do fragmento. A pesquisa de campo foi realizada na APA de Alter do Chão em 2017-2019, os dados foram comparados com os obtidos em 1998-2001 em 22 áreas com parcelas permanentes na mesma região. A área basal diminuiu de 447,67m2/ha para 313,78m2/ha, e teve aumento da primeira classe diamétrica (DAP<5 cm) de 28.950 para 39.760 ind/ha e redução das demais classes se comparados entre os dois tempos. No entanto, a abundância total aumentou e o número de indivíduos/ha em 2017-2019 foi de 56.656 comparado com 48.790 ind/ha em 1998-2001. O efeito do fogo foi examinado nos dados de 2017-2019, havendo reduções significativas entre indivíduos com DAP menores que 5cm e maiores que 30cm nos fragmentos com registro de fogo. Não foram encontrados relações da estrutura da vegetação da amostragem atual (2017-2019) com o tamanho do fragmento. Nem relação entre as diferenças temporais da estrutura da vegetação com o tamanho dos fragmentos entre os dois tempos da amostragem. Observou-se perdas líquidas consideráveis na área basal e um significativo aumento da árvores finas a longo prazo. Os resultados dos fragmentos com fogo sugerem que incêndios possam influenciar na dinâmica da estrutura florestal, embora se entenda que existam outros fatores que possa colaborar com essa mudança.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Recursos Naturais da Amazôniapt_BR
dc.publisher.initialsUFOPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIÊNCIAS BIOLÓGICASpt_BR
dc.creatorLOBATO, Tatiana Andréa-
dc.publisher.departmentInstituto de Engenharia e Geociênciaspt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Recursos Naturais da Amazônia (Mestrado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DinamicaTemporalnaEstrutura.pdf1,62 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons