Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/89
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1SILVA, Rodrigo da-
dc.date.accessioned2021-01-09T07:08:44Z-
dc.date.available2021-01-09T07:08:44Z-
dc.date.issued2017-07-31-
dc.identifier.citationSILVA, Raphael Pablo Tapajós. Caracterização e influência da brisa do rio Tapajós sobre dados meteorológicos na Floresta Nacional do Tapajós. Orientador: Rodrigo da Silva; Coorientador: David Roy Fitzjarrald. 2017. 111 f. Tese (Doutorado em Sociedade, Natureza e Desenvolvimento) - Programa de Pós-graduação em Sociedade, Natureza e Desenvolvimento, Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/89. Acesso em:pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/89-
dc.description.abstractThe present study emphasizes the importance of research on the processes that occur in the Atmospheric Boundary Layer (CLA) in the Amazon region, specifically in the low Tapajós region, taking into account the Tapajós River Breeze (TRB) process. In order to understand the characterization of the local circulation and mechanisms of operation of the TRB, data were used of the networks of stations, towers, satellite and also observation campaigns in the low troposphere. In order to verify the influence of the breeze on the Tapajós National Forest (TNF), the zonal component of the wind was analyzed to classify days with and without occurrence of TRB, as well as the comparison of those days on the Km67 site measurements. The results point to the occurrence of almost 50% of days with BRT on TNF, and that it presents a diurnal cycle that can reach on average 20 Km of extension and up to about 1 Km in height. The occurrence of TRB was related to the dipt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Oeste do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectBrisa do rio Tapajóspt_BR
dc.subjectUmidadept_BR
dc.subjectTemperaturapt_BR
dc.subjectRadiaçãopt_BR
dc.subjectFluxo de massa e energiapt_BR
dc.titleCaracterização e influência da brisa do rio Tapajós sobre dados meteorológicos na Floresta Nacional do Tapajóspt_BR
dc.typeThesispt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3925768576575087pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9990287494145760pt_BR
dc.contributor.advisor1ORCIDhttps://orcid.org/0000-0001-9222-5861pt_BR
dc.contributor.advisor-co1FITZJARRALD, David Roy-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3452584058159021pt_BR
dc.description.resumoO presente estudo ressalta a importância de pesquisas sobre os processos ocorrentes na Camada Limite Atmosférica (CLA) na Amazônia, mais especificamente na região do Baixo Tapajós, levando em consideração o processo de Brisa do Rio Tapajós (BRT). Para entender a caracterização da circulação local e mecanismos de funcionamento da BRT, fez-se uso de dados das redes de estações, torres, satélites e também de campanhas de sondagem da baixa troposfera. Para verificar as influências da brisa sobre a Floresta Nacional do Tapajós (FNT), analisou-se a componente zonal u do vento para classificar dias com e sem ocorrência de BRT, e também a comparação desses dias sobre as medidas feitas no site Km67. Os resultados apontam para ocorrência de quase 50% de dias com BRT sobre a FNT, e que esta apresenta um ciclo diurno que pode alcançar em média 20 Km de extensão e até cerca de 1 Km de altura. A ocorrência de BRT foi relacionada com a diferença de pelo menos 1!C entre as superfícies do rio e floresta para ocorrer, de acordo com imagens de satélites. Foi verificado uma alta correlação da ocorrência de brisa com o aumento de umidade, sobre FNT. Já a diminuição de temperatura, nos dias com BRT, não são tão visíveis de maneira geral, porém foram apresentados casos que há a diminuição de até cerca de 5!C devido a BRT. Com relação a radiação, no Km67, não foram observadas grandes mudanças quanto no Km83, o que deve indicar a formação de nuvens mais densas ao Sul do Km67, e por isso pode estar relacionada à distribuição de chuva durante a tarde e início da noite sobre a FNT. O fluxo de calor latente, não foi influenciado pela BRT, já o fluxo de CO2 indica menor absorção durante dias com BRT, para o período chuvoso.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Sociedade, Natureza e Desenvolvimentopt_BR
dc.publisher.initialsUFOPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRApt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoIMPACTOS AMBIENTAIS E SOCIAIS DA MUDANÇA DO USO DA TERRA NA AMAZÔNIApt_BR
dc.creatorSILVA, Raphael Pablo Tapajós-
dc.publisher.departmentInstituto de Biodiversidades e Florestaspt_BR
Appears in Collections:Teses em Sociedade, Natureza e Desenvolvimento (Doutorado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_CaracterizacaoeInfluenciadaBrisa.pdf30,73 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons