Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/360
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1ALMEIDA, Sinara Almeida da-
dc.date.accessioned2021-02-25T02:03:41Z-
dc.date.available2021-02-25T02:03:41Z-
dc.date.issued2019-12-11-
dc.identifier.citationPOMPERMAIER, Odavilma Calado. A prática com a cultura escrita na educação infantil: desafios e possibilidades. Orientadora: Sinara Almeida da Costa. 2019. 117 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação) – Programa de Pós Graduação em Educação, Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/360. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/360-
dc.description.abstractConsidering that the reading-writing has to be a part quotidian of the children in the Infantile Education through their experience with the culture, assuring their rights as citizens, this research aim to comprehend how the reading-writing is worked in kindergarten and preschool of a public institution in the urban area of Santarém, Pará. Besides that, we seek to identify and characterize the reading-writing activities, accomplished in the kindergarten and preschool classes; highlight the similarities and the differences in the work accomplished in both classes; verify how the studies from the THC and, more specifically, how Freinet’s pedagogical technics can contribute to the appropriation of the writing as a social instrument in Infantile Education. The theoretical references are inspired by the historical-cultural perspective in the human development (THC), from the studies of Lev Vygotski. The investigation has brought some characteristics of the research of intervention and was developed in two classes: kindergarten (three years old) and preschool (four years old). It went through three steps: exploratory research, involving follow-up of the activities’ plans of the teachers and participant observation in both classes; intervention, that aimed to provide the teachers instruction based in the THC, in a way that could qualify their educational practices; follow-up of the teachers practices during and after the instruction. To record this accompaniment were used field journal, photographs and video recording. The results revealed that the presentation of the reading-writing is linked to mechanical didactic chores, that remain connected in a planning that is unlinked to the real need and interests of children. Even thought the classes had the same time in the routine and the same activities’ in the planning, they distinguish themselves by their content of the activities. Is noted that preschool is still focused in the presentation of letters and numbers out of a meaningful context for children. The reading-writing activities presented for both classes, despite being interesting, from the point of view of the insertion of children in the world of writing, are still linked to a pre-established planning, unlinked of the needs, curiosities and yearnings of children. The instruction enabled the teachers to achieve theoretical knowledge for enhancement of their practices, instigating permanent studies. However, even though the teachers wish to learn, they still base their practices in their previous teaching experiences, expressing superficial theoretical knowledge, which certainly made difficult for them to reflect in a significant way about themselves so that effective changes an occur. Therefore, we noticed the necessity of transformations in the teachers actions, so that we can move forward in an understanding of the ways to work the reading-writing with children in the Infantile Education.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Oeste do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.subjectLeitura - Escritapt_BR
dc.subjectEducação Infantilpt_BR
dc.subjectPráticas Pedagógicaspt_BR
dc.subjectTeoria Histórico-Culturalpt_BR
dc.titleA prática com a cultura escrita na educação infantil: desafios e possibilidadespt_BR
dc.typeDissertationpt_BR
dc.description.resumoConsiderando que a leitura-escrita deve fazer parte do cotidiano das crianças na educação infantil através de vivências com a cultura, garantindo seus direitos de cidadãs, a presente pesquisa tem como objetivo compreender como a leitura-escrita é trabalhada na creche e pré-escola de uma instituição pública da área urbana de Santarém-PA. Além disso, buscamos identificar e caracterizar as atividades de leitura-escrita realizadas nas turmas de creche e pré-escola; destacar semelhanças e diferenças no trabalho realizado na creche e na pré-escola; verificar de que forma estudos a partir da THC e, mais especificamente, das técnicas pedagógicas de Freinet, podem contribuir para a apropriação da escrita como instrumento social na educação infantil. O referencial teórico é inspirado na perspectiva Histórico-Cultural de desenvolvimento humano (THC), a partir dos estudos de Lev Vygotski. A investigação traz algumas características de uma pesquisa de intervenção e foi desenvolvida em duas turmas: creche (3 anos) e pré-escola (4 anos). Passou por três etapas: pesquisa exploratória, envolvendo acompanhamento dos pla-nos de atividades das professoras e observação participante nas duas turmas; intervenção, que teve como objetivo proporcionar às professoras formação com base na THC, de modo a qualificar suas práticas educativas; Acompanhamento das práticas docentes durante e após a formação. Para registro foram utilizados o diário de campo, fotografias e filmagens. Os resultados revelaram que a apresentação da leitura-escrita está vinculada a tarefas mecânicas e didatizadas, e permanecem presas a um planejamento desvinculado das reais necessidades e interesses das crianças. Apesar das turmas terem o mesmo tempo na rotina e a mesma estrutura de atividades nos planejamentos, elas se distinguem no “conteúdo” dessas atividades. Notadamente a pré-escola ainda está focada na apresentação de letras e números fora de um contexto significativo para as crianças. As atividades de leitura-escrita apresentada por ambas as turmas, apesar de serem interessantes do ponto de vista da inserção das crianças no mundo da escrita, ainda estão presas a um planejamento pré-estabelecido, desvinculado das necessidades, curiosidades e anseios das crianças. As formações possibilitaram com que os professores tivessem acesso aos conhecimentos teóricos para aprimoramento das suas práticas, instigando estudos permanentes. Contudo, embora as professoras tenham desejo em aprender, ainda pautam suas práticas em experiências docentes anteriores, expressando conhecimentos teóricos superficiais, o que certamente tem dificultado com que reflitam de forma significativa sobre elas para que mudanças efetivas possam ocorrer. Assim, percebemos a necessidade de transformações nas ações docentes de modo a avançar no entendimento das formas de trabalhar a leitura-escrita com as crianças na educação infantil.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUfopapt_BR
dc.subject.linhadepesquisaPRÁTICAS EDUCATIVAS, LINGUAGENS E TECNOLOGIASpt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoEDUCAÇÃOpt_BR
dc.creatorPOMPERMAIER, Odavilma Calado-
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências da Educaçãopt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Educação (Mestrado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Práticaculturaescrita.pdf2,77 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons