Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/619
Title: Manejo, extração, uso e beneficiamento da palha do tucumã por mulheres da reserva extrativista Tapajós-Arapiuns, Pará, Brasil
metadata.dc.creator: SILVA, Andrea Araújo da
Keywords: Agroextrativismo;Amazônia;Socioeconomia;Produto florestal não-madeireiro;Astrocaryum vulgare
Issue Date: 24-Feb-2021
Publisher: Universidade Federal do Oeste do Pará
Citation: Andrea Araújo da Silva. Manejo, extração, uso e beneficiamento da palha do tucumã por mulheres da reserva extrativista Tapajós-Arapiuns, Pará, Brasil. Orientador: Thiago Almeida Vieira. 2021. 70 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida) – Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida, Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2021. Disponível em: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/619 Acesso em:.
Abstract: This study aimed to analyze the aspects of management, extraction, production and commercialization of handicrafts from tucumã straw made by women handcrafts in the community of São Miguel, Tapajós-Arapiuns Extrativist Reserve (Pará, Brazil), emphasizing economic, social and environmental contributions of activities. For this research, we conducted semi-structured interviews, seeking to obtain information regarding the weight given, the socioeconomic profile of the families of the crafts and information on the raw material and their main uses. A craftsmanship of the tucumã palm is a collective process of creation and continuous reaffirmation of the regional identity, which involves traditional knowledge techniques and indigenous knowledge. The tucumã handcraft is commercialized in stores located in Santarém and on the beach near Resex for tourists who frequent the region. For the making of handicrafts, it is necessary to conduct 5 stages that follow the line of the guide, removing of stalk and thorns, drying, pigmentation and production of item. The collection of tucumã straw begins by removing a guide from each clump of the palm tree, and a new collection is possible after 45 days. The drying process of the raw material is done in two ways: using sunlight; and using an oven of roasting cassava floor at high temperature. After drying the raw material, straw pigmentation, which has been made not five hundred houses of crafts with natural dyes, extracted from region species. After a pigmentation, and made to produce artisan pieces, in which they are manufactured mainly jewelry holders, biojewelry, pencil holders, trays, lighting fixtures and baskets. Generally, the tucumã straw handcraft was an important source of complementary income, but more like passing the time this activity is becoming the main source of income for families, contributing significantly to improving the quality of life of the handcraft woman family group.
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste estudo é analisar os aspectos do manejo, extração, produção e comercialização de artesanato da palha do tucumã realizado por artesãs na comunidade de São Miguel, na Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns (Pará, Brasil), enfatizando a contribuição econômica, social e ambiental da atividade. Para esta pesquisa, foram realizadas entrevistas semiestruturas, visando obter informações referentes aos dados pessoais, perfil socioeconômicos das famílias das artesãs e informações sobre a matéria prima e suas principais utilizações. A confecção de artesanato da palha de tucumã é um processo coletivo de criação e reafirmação contínua da identidade da região, que envolve técnicas do conhecimento tradicional e saberes indígenas. O artesanato proveniente da palha do tucumã é comercializado em lojas localizadas em Santarém e em praias próximas a Resex para turistas que frequentam a região. Para a confecção do artesanato, é necessário a realização de cinco etapas que são a coleta da guia, retiradas dos talos e espinhos, secagem, pigmentação e produção das peças. A coleta da palha de tucumã inicia pela retirada de uma guia de cada touceira da palmeira, sendo possível nova coleta após 45 dias. O processo de secagem da matéria prima, se dá de duas formas: utilizando a luz do sol; e utilizando o forno de torrar farinha em temperatura elevada. Após a secagem da matéria prima, ocorre a pigmentação das palhas, que é realizado no quintal das casas das artesãs com corantes naturais, extraídos a partir de plantas encontradas na região. Após a pigmentação, é realizado a produção das peças de artesanato, em que são fabricados principalmente porta joias, biojoias, porta lápis, bandejas, luminárias e cestarias. De maneira geral, o artesanato com a palha do tucumã era uma importante fonte de renda complementar, mas com o passar do tempo essa atividade vem se tornando a fonte de renda principal das famílias, contribuindo de maneira significativa para a melhoria da qualidade de vida do grupo familiar das artesãs.
URI: https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/handle/123456789/619
Appears in Collections:Dissertações em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida (Mestrado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ManejoExtracaoUso.pdf3,78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.